Brasil se prepara para adoção do conceito de Cloud Fiscal

14 de agosto de 2012

Durante o XLIV Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), que ocorreu em junho, em Fortaleza, foi apresentado o conceito de Cloud Fiscal, ou nuvem de informações fiscais, que será integrado ao processo de eventos da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e).

Com o processo, os destinatários das mercadorias acobertadas pela NF-e passarão a participar de forma massiva e totalmente eletrônica do processo de validação da autenticidade da operação e do documento fiscal, o que antes só ocorria com intimação do Fisco. Além disso, após a emissão e autorização de uso da NF-e, pela Secretaria da Fazenda, todos os eventos passarão a ser automaticamente registrados neste documento, sem a necessidade de interação humana.

Em entrevista ao Portal TI Inside, Álvaro Bahia, coordenador técnico do Encat, afirmou que a infraestrutura de recepção centralizada de eventos e compartilhamento com a Secretaria da Fazenda já está concluída, pronta para operacionalizar o Cloud Fiscal e baseada no Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Com o novo modelo, os principais benefícios são: redução de custos no processo de controle de recebimentos dos clientes dos emissores da NF-e; maior segurança para o destinatário da NF-e contra o uso indevido de sua Inscrição Estadual; além da possibilidade do destinatário baixar as NF-e não enviadas pelos fornecedores, com o uso de certificado digital.

Voltar