Imagem do artigo

Certificado Digital: ter ou não ter, eis a questão

Avatar
Escrito por Comunicação
Nota dos leitores
para este artigo:
10

É inegável que os avanços da tecnologia contribuem para facilitar e agilizar o dia a dia. O que antes era considerado burocracia, hoje é resolvido em um piscar de olhos. Ou melhor, em um ou dois cliques. A Receita Federal do Brasil vem acompanhando o ritmo e a digitalização de seus processos já é uma realidade. Tudo isso graças à certificação digital, que tornou-se obrigatória a todas as pessoas jurídicas, exceto optantes do Simples Nacional, para o envio de declarações como o Imposto de Renda (IRPJ), por exemplo.
 
Mesmo agilizando alguns processos e transações, muitas empresas não sabem exatamente como utilizar o Certificado Digital, se realmente vale a pena comprar um ou se o não uso implica penalidades. Apesar de ser obrigatório para alguns serviços via internet, em sua maioria não há multa para quem não adquirir o seu certificado. Porém, a empresa ficará impossibilitada de entregar declarações, pagar tributos e diversas outras operações que o CNPJ na versão digital pode oferecer de modo muito mais simples.
 
Para que sua empresa não passe por essa dificuldade, o Certificado Digital é a opção indicada. Acesse nosso assistente de compra para conhecer os modelos e o mais adequado para suas necessidades.
 

ACESSAR

 
Fonte: RFB / Guia Empreendedor

Este artigo lhe foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

Obrigado pelo seu voto!

Ele será muito importante para nossa avaliação
Usamos cookies para personalizar o conteúdo, adaptar e medir anúncios, além de oferecer uma experiência mais segura a você. Ao continuar a navegação em nosso site, você concorda com o uso dessas informações. Leia nossa Política de Cookies e saiba mais.
×
Assine nossa newsletter | Assine a newsletter e receba as últimas novidades no seu email.