Serasa Certificado Digital - Logo
Compre já seu Certificado
Imagem do artigo

Meu Certificado ganha funcionalidades em nova versão lançada pelo ITI

Avatar
Escrito por Certificado Digital
Nota dos leitores
para este artigo:
9.3

Você conhece o Meu Certificado? Esse universo possui uma série de processos e conceitos que as pessoas não conhecem. É um recurso do serviço de certificados digitais e recentemente teve uma nova versão disponibilizada, que ganhou algumas funções interessantes. O grande problema é que poucas pessoas conhecem a sua utilidade.

Foi pensando nisso que nós resolvemos elaborar este conteúdo. Nele, mostraremos o conceito do Meu Certificado, quais as funcionalidades lançadas e como ele pode ajudar na sua gestão.

Portanto, confira esta leitura, saiba tudo sobre o assunto e como essa ferramenta pode trazer benefícios diários para o usuário de certificados digitais!

O que é o Meu Certificado?

O Meu Certificado é um novo serviço disponibilizados pelos usuários de certificados digitais ICP – Brasil. O intuito é facilitar o uso dessa ferramenta, cujo objetivo é permitir a consulta ágil desse tipo de documento emitido na Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira.

Basicamente, funciona da seguinte forma: o usuário acessa o portal Meu Certificado por meio do sistema Gov.com. Em seguida, deverá informar suas credenciais para acesso à plataforma. Logo, poderá visualizar todos documentos emitidos em seu CPF ou CNPJ, dependendo do perfil de acesso.

Em alguns casos, é possível que não apareça nenhum documento. Isso porque, os certificados digitais que foram validados nos últimos 10 dias podem ainda não estar disponíveis para visualização na plataforma. Nesse caso, é importante aguardar esse prazo para verificá-los no sistema.

Como funciona a nova versão do serviço Meu Certificado?

O acesso a essa ferramenta ocorre em fases distintas. Na primeira etapa, foram disponibilizados os seguintes elementos:

  • número de série do certificado digital emitido;
  • a Autoridade Certificadora responsável pela emissão do documento;
  • o tipo de titular (pessoa física ou jurídica);
  • data de emissão ou expiração de todos os certificados digitais emitidos — fundamental para realizar o controle;
  • os documentos que estão ativos ou desativados.

Agora, já estamos na segunda fase de implementação, e nesse momento temos a efetivação de novas funcionalidades. A novidade, portanto, fica por conta da possibilidade de o usuário acessar a plataforma utilizando o próprio certificado digital.

Além disso, também será possível visualizar informações como a Autoridade de Registro, Razão Social da empresa, tipo de certificado digital, e-mail e estado em que o documento foi emitido. Contudo, os mesmos dados que existiam na versão anterior ainda continuam funcionado — até mesmo, a possibilidade de acesso por meio do Gov.com. Ou seja, se você quiser visualizar os certificados digitais emitidos para seu CPF ou CNPJ sem estar com a ferramenta, é perfeitamente possível.

Aliás, o Meu Certificado também conta com um novo formato de avaliação do usuário. Assim, o Ministério da Fazenda terá uma noção quanto à percepção dos usuários em relação à ferramenta.

O foco desse sistema é popularizar o uso do certificado digital no Brasil. Afinal, sabemos que esse recurso proporciona um grande nível de segurança para o usuário. Com ele, é possível realizar uma série de ações: acessar a conta bancária, emitir documentos fiscais, entrar em áreas restritas como o e-CAC etc.

Durante anos, o certificado digital foi um documento utilizado amplamente por empresas e órgãos públicos. Não pelo fato de ter sua emissão impedida para as pessoas físicas, mas sim por não existirem tantas funcionalidades para esse público.

Mas isso vem mudando muito e atualmente o certificado digital já faz parte do dia a dia de muitos brasileiros, tanto de pessoas físicas quanto de jurídicas. Nesse sentido, o Meu Certificado surge como uma forma de gerenciamento desse documento, facilitando o acesso e o controle de todos que já foram emitidos.

Qual a importância do ITI para a certificação digital?

A funcionalidade do Meu Certificado só é possível graças a uma instituição governamental que gerencia o seu acesso nos portais do Governo Federal. Estamos falando sobre o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

É uma autarquia vinculada a Casa Civil da Presidência da República, que tem como missão executar as políticas relacionadas à infraestrutura das Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil). Nesse sentido, o instituto é considerado a primeira autoridade da cadeia de certificação digital — a Autoridade Certificadora Raiz.

Assim, o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação está sempre alinhado ao Governo Federal trabalhando pela segurança dos usuários de certificados digitais e pela transparência das informações, com o intuito de melhorar a experiência dos cidadãos.

Por fim, podemos concluir que o Meu Certificado trouxe mais controle para os usuários de certificados digitais. Ao utilizar essa funcionalidade você terá acesso a todos os documentos emitidos em uma única plataforma, facilitando em muito a gestão deles.

Gostou deste artigo? Então, confira o nosso blog para saber mais sobre o universo dos certificados digitais e ficar por dentro das novidades!

Este artigo lhe foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

Obrigado pelo seu voto!

Ele será muito importante para nossa avaliação
Usamos cookies para personalizar o conteúdo, adaptar e medir anúncios, além de oferecer uma experiência mais segura a você. Ao continuar a navegação em nosso site, você concorda com o uso dessas informações. Leia nossa Política de Cookies e saiba mais.
Assine nossa newsletter | Assine a newsletter e receba as últimas novidades no seu email.