Imagem do artigo

Diploma digital é prático e dificulta fraudes, pois Certificação Digital garante autenticidade

Avatar
Escrito por Certificado Digital
Nota dos leitores
para este artigo:
10

Entre as suas diversas vantagens, os diplomas não ficarão mais armazenados apenas nas instituições de ensino, poderão ser acessados por uma plataforma digital, sem a burocracia dos processos de emissão convencionais, com economia de tempo e custo do serviço.

O diploma digital para cursos superiores de graduação foi criado pelo Ministério da Educação (MEC) para promover a modernização de documentações acadêmicas, em linha com as exigências da legislação educacional, e ainda evita fraudes ao reforçar a segurança para registro e emissão em uma plataforma digital.

Com ele, será possível comprovar a conclusão de um curso de qualquer universidade pública ou privada registrada no sistema federal de ensino.

Os diplomas não ficarão mais armazenados apenas nas instituições de ensino e poderão ser verificados por qualquer pessoa que acessar a plataforma digital, sem a burocracia dos processos de emissão convencionais.

As vantagens de contar com uma versão eletrônica da certificação impressa são amplas. Essa inovação permitirá a desburocratização do processo de geração e emissão de diplomas e, consequentemente, economia de tempo e custo do serviço.

O diploma nato-digital, ou seja, aquele que adota o formato digital desde a sua origem, tem a mesma validade jurídica do documento físico, em papel. Sua autenticidade é garantida com o uso das assinaturas com Certificação Digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil).

As soluções tecnológicas também imprimem maior segurança aos sistemas eletrônicos e, com isso, podem coibir fraudes em diplomas e registros acadêmicos, como ocorre facilmente e em larga escala com documentos impressos em papel.

O diploma digital foi lançado em 2018 e regulamentado em 2019. A sua implementação começou em 2020, com a criação do Grupo de Trabalho para discussão e formulação do cronograma da sua adoção na prática e a disponibilização de infraestrutura em nuvem para geração e preservação de documentos digitais, a partir de solução tecnológica desenvolvida pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Participam dessa primeira etapa de implantação do diploma digital a Universidade Federal do Paraná (UFPR), a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), a Universidade Federal de Sergipe (UFSE) e o Instituto Federal do Rio Grande no Norte (IFRN).

Agora o MEC promove ações para fomentar o desenvolvimento de um sistema de validação nacional do diploma digital, num ambiente com segurança garantida, que será lançado ainda em 2021.

No primeiro semestre deste ano, a primeira etapa da implantação do diploma digital será ampliada para abranger todas as 110 Instituições Federais de Educação Superior (IFES), ou seja, 63 universidades e 47 institutos federais. Depois disso, será a vez das instituições públicas estaduais e municipais de educação superior se adequarem para permitir a geração de seus diplomas digitais.

Tanto as instituições de educação superior públicas como as da rede privada poderão implantar os ajustes necessários em seus sistemas acadêmicos para aderir ao serviço de registro e emissão do diploma digital. Segundo o MEC, as instituições têm até o final de 2021 para se adequarem ao sistema de plataforma digital.

A Serasa Experian Certificação Digital é uma das principais Autoridades Certificadoras do Brasil e oferece uma ampla gama de serviços de assinatura digital, tanto para Pessoas Físicas (e-CPF) quanto Jurídicas (e-CNPJ), fornecendo todo o suporte para auxiliá-los na utilização de Certificados Digitais.

 

Para mais informações, basta acessar o site Serasa Experian Certificado Digital.

Este artigo lhe foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

Obrigado pelo seu voto!

Ele será muito importante para nossa avaliação
Usamos cookies para personalizar o conteúdo, adaptar e medir anúncios, além de oferecer uma experiência mais segura a você. Ao continuar a navegação em nosso site, você concorda com o uso dessas informações. Leia nossa Política de Cookies e saiba mais.
×
Assine nossa newsletter | Assine a newsletter e receba as últimas novidades no seu email.