Aumenta o número de Microempreendedores Individuais no MS

NF-e

Avatar   por danikato
Imagem do post
Avatar   por danikato

O número de pessoas que decidiu optar por trabalhar como Microempreendedor Individual (MEI) aumentou expressivamente em Mato Grosso do Sul em 2017, mostra um levantamento do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS.
 
O Estado teve um aumento de 16,5% no número de inscritos como MEI no ano passado, em comparação com 2016. Até fevereiro de 2018, foram registrados mais de 95 mil estabelecimentos nesta categoria – com destaque para o comércio varejista de artigos de vestuário/acessórios e para serviços ligados à beleza (cabeleireiros, manicures e pedicures).
 
Com números cada vez mais expressivos, o MEI vem sofrendo adaptações graduais. Neste ano, o enquadramento do faturamento bruto anual passou de R$ 60 mil para até R$ 81 mil, e quem quiser prestar serviços a outra pessoa jurídica tem a necessidade de emitir NF-e (Nota Fiscal Eletrônica).
 
O Certificado Digital Serasa Experian é a solução ideal para facilitar a vida de quem precisa se enquadrar às novas necessidades. O MEI deve, na prática, cumprir os mesmos requisitos aplicados às empresas que emitem NF-e. Para isso, é necessário validar com certificação digital o acesso à plataforma de emissão de notas fiscais eletrônicas.
 
O Certificado Digital pode validar transações eletrônicas e oferece base jurídica e segurança para a troca de informações pela internet por meio da criptografia de dados.
 
O Microempreendedor Individual (MEI) foi criado a partir da Lei Complementar nº 128/2008, para reduzir o número de empreendimentos informais no mercado. Quem opta pelo regime tem direito a benefícios previdenciários, como aposentadoria e auxílio-maternidade.
 

Comprar NF-e