Entenda porquê não é recomendável deixar o preenchimento e o envio das informações para a última hora

No dia 23 de fevereiro, a Receita Federal deve disponibilizar o Programa Gerador da Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física 2017 (DIRPF 2017) para download. Apesar de o prazo de entrega começar apenas no dia 2 de março e terminar em 28 de abril, o ideal é que os contribuintes já comecem a separar os documentos necessários. Isso porque enviar a declaração com antecedência pode render benefícios e evitar imprevistos. Confira algumas cinco vantagens de não deixar essa tarefa para a última hora.

 

  1. Quanto mais cedo a declaração for entregue, maior a chance da restituição ser recebida com antecedência.
  2. Se faltar algum documento na hora de preencher o formulário, ainda dá tempo de procurar com tranquilidade.
  3. Como muita gente deixa para fazer o envio nos últimos dias, é comum que haja imprevistos com o site da Receita Federal, que pode ficar fora do ar por algum tempo. Também não é recomendável contar totalmente com a disponibilidade da internet nos momentos finais do prazo.
  4. Algumas pessoas não sabem que certas deduções, além de educação, dependentes e saúde, podem ser feitas. É possível, por exemplo, deduzir gastos com cirurgia plástica, massagem e prótese dentária. Juntando os documentos com antecedência fica mais fácil organizar todas as informações.
  5. O preenchimento correto da declaração evita erros que podem fazer uma pessoa cair na malha fina.

 

Para minimizar a possibilidade de cometer erros, e agilizar o processo de envio da declaração de imposto de renda, é possível usar o Certificado Digital Serasa Experian para enviar a declaração. Com o certificado, os campos já vêm pré-preenchidos. É preciso apenas conferir os dados e incluir o que estiver faltando. Fazer tudo com calma e atenção é sempre a melhor estratégia.

 

Se você ainda não tem o Certificado Digital Serasa Experian, compre o seu agora mesmo!

 

COMPRAR E-CPF