Se você é dono de um site e comercializa seus produtos ou serviços pela internet, fique atento: desde 8 de agosto, o Google trata como “menos seguros” os sites com certificados emitidos pela Symantec (desde junho de 2016).

 

A medida foi tomada pelo time de segurança do Google após descoberta de brechas nos processos de emissão dos certificados digitais da Symantec. Segundo o Google, a Symantec foi responsável pela emissão inadequada de mais de 30 mil certificados de autenticação para sites.

 

A Symantec avaliou a atitude do Google como “irresponsável” e alega que as informações são exageradas e “enganosas”. Segundo a empresa, o problema estaria restrito a apenas 127 certificados.

 

Sem um consenso sobre a questão, o Google decidiu que seu navegador de internet confiará menos em sites com certificados emitidos pela Symantec. Isso impactará a navegação em portais que tenham certificados da Symantec, que além do produto homônimo possui também as marcas GeoTrust, Thawte e Rapid SSL.

 

Enfim, o que a briga entre essas empresas significa para você, que trabalha e divulga serviços em um domínio próprio na internet? Bem, os sites autenticados por meio de certificados da Symantec poderão não ser exibidos mais em breve, ou mostrar uma série de alertas para usuários do navegador do Google e do Mozilla Firefox – até o momento.

 

Garanta a confiabilidade e a exposição positiva da sua marca com a Serasa Experian. Compre qualquer solução de certificação SSL Protectweb com 40% de desconto, no período de 7 de agosto a 30 de setembro.

 

Adquira hoje mesmo o seu!

 
 

Compre agora!