O mercado exige um perfil mais voltado ao mundo dos negócios e quem busca recolocação precisará ter paciência e flexibilidade

Uma pesquisa realizada pela empresa de recrutamento Robert Half revelou que as profissões que envolvem finanças e contabilidade estão entre aquelas que mais devem crescer – em termos salariais – no ano que vem. O estudo ouviu 100 diretores de Recursos Humanos e mapeou o perfil ideal do profissional, as demandas do mercado e as oportunidades na área contábil.

Em 2017, a característica do contador esperada pelo mercado de trabalho inclui boa comunicação, versatilidade, habilidade de negociação, inglês, trabalho em equipe, estabilidade e foco nos resultados para áreas fiscal, contábil, controladoria e auditoria. Segundo a Robert Half, as principais oportunidades para esses profissionais estão nos setores de agronegócio, farmacêutico, indústria da beleza, exportação e tecnologia.

A pesquisa também analisou as preocupações dos CFOs para o ano que vem no mercado nacional. Entre os principais pontos os diretores financeiros mencionaram acompanhar as mudanças tecnológicas da área (42%), estar em conformidade com as demandas regulatórias e de compliance (26%), fazer a gestão de um grande volume de dados (13%) e atender a padrões de relatórios de finanças e contabilidade (13%). Para 80% dos CFOs, a rotatividade em finanças aumentou nos últimos 12 meses, sendo que 23% consideram que houve um crescimento significativo.

Valorização dos profissionais

A Robert Half levou em conta a alta demanda como fator que indica salários melhores para os profissionais das áreas de finanças e contábil. Além disso, também usou entrevistas e vagas disponíveis como base para calcular a valorização. Confira:

– Auditor, empresas pequenas e médias: valorização de 6,6% (R$ 3.400 a R$ 9.500)
– Analista contábil/fiscal sênior, empresas pequenas e médias: valorização de 6,4% (R$ 5.500 a R$ 7.800)
– Gerente de auditoria, empresas de grande porte: valorização de 6,3% (R$ 13.500 a R$ 27.000)

Novos profissionais

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) atualizou a quantidade de contabilistas registrados. Atualmente são mais de 537 mil profissionais ativos nos Conselhos Regionais de Contabilidade por todo o Brasil. Outro dado que também impressiona é a quantidade de futuros contadores formados: são mais de 313 mil alunos matriculados nos Cursos de Bacharelado em Ciências Contábeis no país. No momento é o quarto maior curso em número de estudantes do país, ficando atrás apenas de Administração, Pedagogia e Direito.