Para tornar-se fornecedor do governo federal é preciso ter Certificado Digital válido

Avatar   por Comunicação
Imagem do post
Avatar   por Comunicação

Passar a ser fornecedor do governo federal pode ser uma excelente opção para ampliar ainda mais as possibilidades de negócios para as empresas. O que muita gente desconhece é que para isso, desde meados do ano passado, é preciso ter um certificado digital válido. Desde junho de 2018 passou a vigorar o Sicaf 100% digital, que exige o Certificado Digital dos interessados.
O Sicaf, ou Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores, é que permite o cadastramento de fornecedores de materiais e serviços para os órgãos e para as entidades da Administração Pública Federal Direta, Autárquica e Fundacional. “Feita a inscrição no Sicaf, a empresa estará apta para atuar em qualquer órgão, em operações feitas por meio do portal Brasil Cidadão (https://scp.brasilcidadao.gov.br)”, acrescenta Maurício Balassiano, diretor de Certificação Digital da Serasa Experian.
A intenção do governo ao instituir o Sicaf 100% digital foi simplificar a vida das empresas, já que os fornecedores passaram a ser dispensados da apresentação de documentos presencialmente. Com isso, o acesso à participação nas compras governamentais foi facilitada e o cadastramento e atualização dos dados passou a ser feita pelo próprio fornecedor, com certificado digital, diretamente na plataforma do Sicaf – https://www.comprasgovernamentais.gov.br/index.php/sicaf.