Buscar

CT-e

O Conhecimento de Transporte Eletrônico de Cargas (CT-e) é um dos pilares do SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) e serve para fiscalizar e registrar eletronicamente os serviços de transporte de carga entre duas empresas. A validade jurídica e a autenticidade do CT-e são garantidos pela utilização de Certificado Digital do tipo e-CNPJ.

A Serasa Experian desenvolveu o NF-e, um certificado digital específico para a emissão e o armazenamento de notas fiscais eletrônicas e de CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico). O Certificado NF-e está disponível em cinco modelos para atender as necessidades de cada empresa.

NF-e

  • Disponível em cinco modelos para atender a necessidade de cada empresa;
  • Pode ser emitido para alguém diferente do representante legal na Receita Federal.

A partir de R$ 235,00

Veja mais

Vantagens do Projeto CT-e:

  • Eliminar a impressão dos CT-e
  • Elimina a impressão dos CT-e, embora ainda haja um documento em papel, o Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte Eletrônico (DACTE), o CT-e facilita sua utilização.
  • Reduzir custos
  • Reduz custos com a impressão e o armazenamento do documento.
  • Otimizar os processos
  • Otimiza os processos de organização e fiscalização por ser mais prático.
  • Simplificar as obrigações fiscais
  • Simplifica as obrigações fiscais, como a dispensa da AIDF (Autorização de Impressão de Documentos Fiscais).

Vantagens do Certificado Digital NF-e:

  • Emitir CT-e
  • Emite CT-e e notas fiscais eletrônicas.
  • Obter o GED
  • Obtém o GED (Gerenciamento Eletrônico de Documentos) que organiza os documentos emitidos pelo contribuinte.
  • Diminuir erros de escrituração
  • Diminui erros de escrituração em razão do cadastro correto das informações.
  • Emitir o DANFE
  • Emite o DANFE (Documento Auxiliar na Nota Fiscal Eletrônica).
  • Impulsionar o relacionamento seguro
  • Impulsiona o relacionamento seguro com os clientes ao estabelecer um contato virtual com informações confiáveis.
  • Resguardar a empresa
  • Resguarda a empresa contra possíveis irregularidades.
  • Emitir a Manifestação de Destinatário
  • Emite a Manifestação de Destinatário, documento no qual o contribuinte que adquiriu a mercadoria indica se a recebeu corretamente e registra como “Ciência da Emissão”, “Confirmação da Operação”, “Desconhecimento da Operação” ou “Operação não Realizada”.