Imagem do artigo

Quer vender via marketplace? Veja três regras para ter sua loja aprovada

Avatar
Escrito por Comunicação
Nota dos leitores
para este artigo:
10

Vendas online alcançaram faturamento de R$ 19,6 bilhões no primeiro semestre de 2016 e marketplace vem ganhando cada dia mais espaço no varejo digital
 
O marketplace é responsável por 20% do que é vendido online no Brasil. A cada 5 produtos, um é vendido por meio desse canal. Esse número sobe para 33% nos Estados Unidos, e na China representa 90%, segundo estimativas do Mercado Livre. Só que para vender nesse modelo de negócio existem três requisitos obrigatórios: emitir Nota Fiscal Eletrônica, comprovar com documentos a regularidade da empresa e seguir regras de publicação dos produtos.
 
O marketplace oferece dentro de uma única estrutura diversos vendedores diferentes, com variedade de produtos. Um único lugar onde o consumidor pode comprar de múltiplas lojas e marcas. O shopping virtual, como ficou conhecido, ganhou muita força entre os empreendedores e investidores no último ano. E para as pequenas e médias empresas se tornou uma alternativa lucrativa ao e-commerce tradicional, afinal, oferece domínio próprio e alguns serviços como plataforma, meios de pagamento e divulgação. Esse suporte oferecido traz um custo de comissão sobre as vendas. Normalmente pode variar de 10% a 25%, lembrando que a porcentagem da comissão também modifica conforme a categoria dos produtos.
 
Para facilitar, nossos especialistas revelam as medidas necessárias para agilizar a criação e as vendas online.
 

  1. Entrega de documentos

A documentação pode variar, mas para ganhar tempo, sugerimos que providencie digitalização dos seguintes documentos: CNPJ, Comprovante de Inscrição Estadual; Consulta Pública ao Cadastro do Estado (SINTEGRA – ICMS); Certidão Negativa de Débitos Tributários – Tributos Federais e Dívida Ativa da União; Contrato/ Estatuto Social atualizado (constituição e última alteração) + Certidão simplificada do SINREM (obtida na Junta Comercial do estado sede).
 

  1. Emissão de Nota Fiscal Eletrônica

A Nota Fiscal Eletrônica é um certificado digital, com validade jurídica, para a emissão e armazenamento de notas fiscais online. Esse certificado é emitido pela Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira (ICP-Brasil), por meio de uma Autoridade Certificadora. A loja também deve estar credenciada na Secretaria da Fazenda. Para obter o Certificado Digital é simples, você pode conferir aqui como adquirir.
 

  1. Regras de publicação dos produtos

Os marketplaces possuem padrões de publicações para oferecer ao consumidor a melhor experiência de compra. A maioria das empresas exigem: Título – até 60 caracteres; Descrição – obrigatória e pode ter até 4000 caracteres; Imagens dos produtos – devem ter pelo menos 400×400 pixels e fundo branco; Zoom – as imagens devem ter resolução maior do que 800 pixels.

Este artigo lhe foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

Obrigado pelo seu voto!

Ele será muito importante para nossa avaliação
Usamos cookies para personalizar o conteúdo, adaptar e medir anúncios, além de oferecer uma experiência mais segura a você. Ao continuar a navegação em nosso site, você concorda com o uso dessas informações. Leia nossa Política de Cookies e saiba mais.
×
Assine nossa newsletter | Assine a newsletter e receba as últimas novidades no seu email.