Imagem do artigo

Telemedicina pode revolucionar a área da Saúde

Giovanna Baseotto
Escrito por Giovanna Baseotto
Nota dos leitores
para este artigo:
10

Telemedicina pode revolucionar a área da Saúde. Aprovada em abril, a Lei 13.989, que trata da telemedicina durante o isolamento social vem produzindo uma verdadeira revolução nos mercados ligados à saúde. E as mudanças ainda têm um enorme espaço para ocorrer, facilitando a vida de médicos, farmacêuticos, gestores do setor e, claro, da população, de maneira geral.

A norma governamental estabelece, entre outras questões, que o termo “telemedicina” é entendido como “o exercício da medicina mediado por tecnologias para fins de assistência, pesquisa, prevenção de doenças e lesões e promoção de saúde” e que o médico deverá informar ao paciente todas as limitações inerentes ao uso da telemedicina, tendo em vista a impossibilidade de realização de exame físico durante a consulta.

A lei permite, ainda, que haja uma contraprestação financeira pelo serviço prestado. “Não cabendo, no entanto, ao poder público custear ou pagar por tais atividades quando não for exclusivamente serviço prestado ao Sistema Único de Saúde (SUS)”.

Para além dos aspectos jurídicos/legais da norma governamental, quando se avaliam os aspectos práticos, do dia a dia, a conclusão é a de que o universo de possibilidades é imenso.

A página da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) indica que havia, no País, em dezembro do ano passado, um total de 727 operadoras médico-hospitalares. Essas operadoras possuíam, até então, 47 milhões de beneficiários. Esse é um universo gigantesco e que sequer considera os atendimentos particulares, além dos serviços do SUS, ambos os grupos potenciais beneficiários da telemedicina.

O que é a Telemedicina?

Ela permite realizar consultas on-line por vídeo, com o envio da receita por parte do médico assinada digitalmente, com total confiança, segurança e validade jurídica.

Vale lembrar que, para facilitar e dar ainda mais segurança a esse processo, o ITI (Instituto Nacional de Tecnologia da Informação) lançou, no primeiro semestre deste ano, o Validador de Documentos Digitais. Um serviço que permite a profissionais da Saúde verificar, por exemplo, a validade de documentos digitais assinados por esses profissionais em formato PDF.

Por fim, a Serasa Experian oferece todas as informações profissionais de diversas áreas obterem seu Certificado Digital com padrão ICP-Brasil e com condições especiais. Para saber mais, acesse: https://serasa.certificadodigital.com.br/esaude/.

Este artigo lhe foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

Obrigado pelo seu voto!

Ele será muito importante para nossa avaliação
Usamos cookies para personalizar o conteúdo, adaptar e medir anúncios, além de oferecer uma experiência mais segura a você. Ao continuar a navegação em nosso site, você concorda com o uso dessas informações. Leia nossa Política de Cookies e saiba mais.
×
Assine nossa newsletter | Assine a newsletter e receba as últimas novidades no seu email.