Imagem do artigo

Como evitar cair na malha fina com Certificado Digital

Avatar
Escrito por Certificado Digital
Nota dos leitores
para este artigo:
10

Cair na malha fina é um dos principais medos das pessoas que declaram imposto de renda. Afinal, esse processo pode causar transtornos imensos para o contribuinte. O problema é ainda maior quando o usuário só fica sabendo que isso aconteceu quando recebe uma notificação em sua residência.

Nesse caso, o tempo de ação para corrigir a declaração e evitar prejuízos é menor e, por isso, muitos sequer conseguem retificar o documento. Mas você sabia que um certificado digital pode ajudar a resolver esse problema?

Neste artigo, mostraremos o que é a malha fina, como as pessoas caem nela e a função do certificado digital nesse processo. Continue lendo!

Como evitar cair na malha fina?

A malha fina do imposto de renda faz uma alusão às redes de pesca que têm uma distância muito pequena entre os elos. Dessa forma, os peixes pequenos são capazes de passar entre as redes sem dificuldades. Contudo, os maiores ficam presos, sendo pegos pela “malha fina”.

A ideia é fazer com que pessoas que cometeram erros na sua declaração do imposto de renda retifiquem o documento a tempo.

Cair na malha fina não deve ser considerado um ato ilícito ou criminoso. A coisa mais comum é acontecer esse tipo de problema sem que o contribuinte ou o seu contador tenham a menor intenção de fraudar o IR. Afinal, são tantas informações que devem ser incluídas que não é difícil cometer erros no processo.

Por isso, é tão importante fazer as declarações dos seus clientes com calma e sempre conferir com atenção todos os dados inseridos.

Entre os principais motivos que levam as pessoas a caírem na malha fina, nós temos:

  • inclusão de despesas médicas sem a devida comprovação ou com valores incorretos;
  • inserção de dependentes com falta de informação sobre a renda recebida por eles;
  • falta de inclusão de receitas de aluguéis;
  • informação de aumento patrimonial incompatível com o rendimento — fazendo com que o contribuinte tenha que prestar esclarecimentos à Receita Federal;
  • omissão de receitas.

Além de existir a possibilidade de erros no preenchimento, outro motivo muito comum para cair na malha fina é quando o próprio cliente que contratou seus serviços deixa de fornecer alguma informação. Por exemplo, omite que tem outra renda ou que um de seus dependentes trabalha.

Também temos os casos de pessoas que entregam recibos considerados frios. Ou seja, que não têm um serviço contratado e foram disponibilizados com o objetivo de reduzir a base de cálculo do imposto de renda. Nesse caso, é importante instruir os seus clientes sobre a proibição desse tipo de prática.

Atualmente, os órgãos de fiscalização estão mais atentos quanto a tentativas de apresentar documentos ilegais. As empresas que os emitem também precisam comprovar a receita que foi obtida ao vender um produto ou prestar um serviço ao cliente.

Logo, os sistemas avançados da Receita Federal fazem o cruzamento de dados para tentar encontrar inconsistências entre a declaração enviada pelo contribuinte e as informações de notas fiscais e recibos que foram emitidos contra ele. Assim, é possível identificar facilmente eventuais tentativas de fraude.

Por essa razão, o contador deve ficar atento às documentações e acionar o cliente sempre que notar algo de estranho com as informações e dados repassados.

Como o certificado digital pode ajudar a não cair na malha fina?

Uma dúvida que pode ter ficado no ar é sobre como o certificado digital pode ajudar a prevenir que seus clientes caiam na malha fina. Basicamente, com essa ferramenta você pode consultar e acompanhar a situação da declaração do seu cliente em tempo real.

Sendo assim, caso ocorra algum tipo de notificação, você não precisará aguardar a chegada de alguma correspondência na casa do cliente. Desse modo, poderá acessar tudo por meio do portal da Receita Federal ou do próprio e-CAC.

Para isso, você pode solicitar ao seu cliente que faça uma procuração digital para você, discriminando a liberação dos serviços de acompanhamento de declarações e certidões. Assim, ao identificar problemas que podem reter a declaração do IR do seu consumidor, você adota as medidas de correção necessárias para evitar problemas maiores.

Quais são as vantagens de ter o certificado digital?

Agora, mostraremos quais são as principais vantagens que um certificado digital pode proporcionar ao seu negócio. Confira!

Assinatura digital protegida por criptografia

Inicialmente, ao contar com esse tipo de fermenta você terá uma assinatura digital protegida com o que existe de mais avançado em termos de criptografia. Assim, poderá assinar documentos, emitir notas fiscais, acessar portais oficiais, entre outros, com máxima segurança.

Validade jurídica

Outra vantagem muito interessante é a validade jurídica. Documentos assinados utilizando o certificado digital têm o mesmo valor que uma assinatura física. Logo, você não precisa se preocupar se eles serão aceitos ou não por outras pessoas jurídicas, físicas ou pelo próprio governo.

Proteção contra fraudes

O certificado digital possui criptografia, senhas e outras formas de garantir a segurança de informações pessoais ou empresariais. Logo, ele também pode ser muito interessante para proteger dados e informações sensíveis e sigilosas.

Privacidade na troca de informações

Semelhantemente ao que foi dito no tópico anterior, o certificado digital promove a privacidade na troca de informações.

Diariamente, uma empresa transmite dados por meio da internet — seja em suas declarações e demonstrativos, bem como em documentos fiscais emitidos. Nesse caso, a criptografia e segurança dos certificados digitais evita que os dados se mantenham invioláveis, garantindo sua privacidade.

Proteção em documentos

Por fim, os certificados digitais protegem seus documentos, garantindo que apenas você ou pessoas devidamente autorizadas tenham acesso a eles. Nesse caso, é possível determinar os usuários que podem consultar os documentos. Geralmente, eles também têm certificados digitais e o acesso pode ser por meio de procuração eletrônica.

Por fim, podemos concluir que cair na malha fina é algo evitável se você agir com rapidez. Nesse sentido, o certificado digital surge como uma ferramenta indispensável no processo, garantindo o acompanhamento em tempo real da declaração enviada.

Se você quer saber mais sobre como ter acesso a esse tipo de ferramenta entre em contato conosco. Dessa forma, um de nossos especialistas o orientará sobre todos os procedimentos que devem ser adotados.

Este artigo lhe foi útil?

Dê sua nota e comente abaixo:
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

Obrigado pelo seu voto!

Ele será muito importante para nossa avaliação
Usamos cookies para personalizar o conteúdo, adaptar e medir anúncios, além de oferecer uma experiência mais segura a você. Ao continuar a navegação em nosso site, você concorda com o uso dessas informações. Leia nossa Política de Cookies e saiba mais.
×
Assine nossa newsletter | Assine a newsletter e receba as últimas novidades no seu email.